segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Avaí 2 x 2 Cruzeiro (II)

Esta vai ser a análise pós-jogo mais dúbia que já postei aqui no Blog. Saí do Jogo e até agora não sei se o Avaí merecia ter ganho o jogo ou o se o Cruzeiro... Talvez o empate tenha sido um bom resultado!


Na bem da verdade acho que o Avaí me pareceu um time mais bem armado que o Cruzeiro, entretanto, a quantidade de passes errados do leão foram assustadores... Não só os passes errados, mas os erros na finalização à meta (tais entendendo Muriqui, ou queres que eu desenhe?).


No primeiro tempo as duas equipes fizeram um jogo equilibrado, bastante truncado, onde o time visitante abriu o placar após um erro de arbitragem, que deu um escanteio quando era pra ser um tiro de meta. Mas se desconsiderarmos isso, mais uma vez tomamos um gol tolo, originado de um descuido na marcação.


Fomos para o segundo tempo em desvantagem no placar, mas enfim conseguimos o empate com Léo Gago, o qual não teve vergonha nenhuma e chutou de bico mesmo, pois o que vale é a bola na rede! Com o gol parece que o time avaiano acordou, tomou iniciativa e tentou ir pra cima apesar da forte marcação. Mas em mais um erro de passe no meio campo perdemos a bola e, em um belo cruzamento e uma bela cabeçada, o Cruzeiro ampliou o marcador. E o time do Avaí sentiu... Parecia que o time desesperou-se e foram excessivos e consecutivos erros de passe.


Mas aí que entra a estrela do nosso técnico Silas. Com a entrada dos garotos Medina e Cristian e ainda do Caio armou uma correria pra cima da raposa. E apesar dos gols perdidos, Muriqui ainda tomava iniciativa, ia pra cima e acabou apanhando mais que "tambor em noite de saravá", e isso com a conivência do péssimo árbitro Carlos Eugênio Simon. E eis que já nos acréscimos, com um lançamento incrível do Fabinho Capixaba e uma ajeitada de peito do Muriqui, Cristian fica de cara para o gol e consegue o empate.


Como disse no início, acho que o Avaí é mais time que o Cruzeiro, talvez merecesse a vitória. Mas talvez não merecesse por pecar muito nas finalizações e abusar nos erros de passe. Além disso os momentos de dormência da zaga estão sendo fatais. Tais erros já não são novidades, perdemos pontos preciosos no campeonato devido a erros como esses.


Fica aqui como lamento a péssima atuação do árbitro Carlos Eugênio Simon. Um árbitro que almeja apitar mais uma copa do mundo não pode cometer tantos erros como os desta partida. Muitas faltas que eram marcadas a favor do Cruzeiro não eram marcadas para o Avaí (total falta de critério).


Como ponto positivo não posso deixar de falar do Ressacada on Fire III. Foi uma belíssima festa, emocionante, simplesmente lindo! Parabéns aos idealizadores e a todos os envolvidos na execução do evento. Espero ver mais espetáculos como este!



Saudações



Fotos: Ricardo Duarte, Clicrbs.

2 avaianos comentaram:

Kátia de Paula disse...

Esse jogo tu viu sobrio, sem "mocotinha"(hehehehehehe), análise perfeita, desse um banho!

André Sezerino - Resistência Avaiana disse...

Valeu KK, e realmente eu vi esse jogo sem a mocotinha, mas sóbrio sóbrio eu não estava pois dei uma passadinha na chuleta antes... haha

  ©Resistência Avaiana - Todos os direitos reservados.

Modificado por MTblogger | Template by Dicas Blogger | Topo