segunda-feira, 3 de agosto de 2009

SE FAZENDO DE SALAME...


O sorridente ao lado atende pelo nome de Edu Cavalcanti, fotógrafo que dentre outras pautas, cobre o futebol catarinense, seu ótimo trabalho pode ser visto em diversas publicações (apesar de no momento só me vir a mente as fotos pro Site Infoesporte).

Edu (se me permite) e eu não nos conhecemos e hoje ele não está aqui por suas belas fotos, mas pela atitude. No jogo entre AVAÍ x Vitória um rapaz que estava com seu filho ao meu lado no parapeito o chamou e pediu para ele tirar uma foto, Edu posicionou a máquina, apontou pro parapeito e... baixou a máquina acenando positivamente para o rapaz. No entanto, como pude notar que instantes antes dele tirar outras fotos ali do mesmo lugar (de um rapaz com a cabeça do Leão e de umas meninas) havia uma pequena luz que se acendia antes da foto, luz essa que não acendeu quando ele "tirou" a foto do rapaz co o filho acima citados.

Fiquei pensando nisso depois, o coitado do rapaz, de certo foi procurar a foto nos sites esportivos e no site pessoal do fotógrafo e não achou absolutamente nada. Se não estava na pauta, tirar foto do rapaz (e outros torcedores ali presentes) então não se faz de salame e finge que bateu a foto né? Nota 0 no quesito simpatia e nota 0 no quesito malandragem.

1 Comentário:

Gambôa disse...

Pois essa é a diferença entre um lambe-lambe amador, como você, e um profissional. Um lambe-lambe passa a vida inteira rabiscando blogs. Profissionais trabalham em jornais diários, como o jornalista Eduardo Cavalcanti. Se você tivesse ao menos dois neurônios, saberia que milhares de imbecis por dia pedem para ser fotografados, entre os anônimos da torcida, como você, atrapalhando quem está ali não por diversão, mas por trabalho. No mundo inteiro, a forma de se escapar dessa saia-justa é fingir um click para despistar essa tietagem debilóide.

  ©Resistência Avaiana - Todos os direitos reservados.

Modificado por MTblogger | Template by Dicas Blogger | Topo