terça-feira, 7 de junho de 2011

A saída de Alexandre Espíndola

Alexandre Espíndola e seu vice, Fábio Botelho entregaram os cargos de Presidente e vice do Conselho Decorativo do Avaí esta semana. Ao que parece, ambos não estavam satisfeitos com os rumos que o Avaí esstá tomando (o rumo do abismo...). Com a saída dos dois, o Avaí se enfraquece ainda mais, pois muitos conselheiros eram fiéis seguidores da ideologia de Espíndola.

Agora, resta saber quem deverá assumir a presidência do Conselho e tirar-lhe esta alcunha de "decorativo", dois nomes que ouvi sendo ventilados (porém não atesto a veracidade da informação) são de Vandrei Bion e Kátia de Paula. Vou ser bem objetivo com relação a estes dois nomes:

Vandrei Bion - Sou totalmente contra a posse dele como presidente do conselho, é funcionário do clube e é intimamente ligado ao Presidente Zunino. Pra ele tudo sempre está bom, nunca tem nada errado, sempre daremos a volta por cima e o Presidente nunca está errado. Lá de onde eu vim gente assim tem um nome específico, mas deixa pra lá. O certo é que não precisamos de um fantoche na presidência do Conselho.

Katia de Paula - Se eu ainda fosse sócio (deixei de ser sócio depois da palhaçada que virou o Avaí), e conselheiro, meu voto seria dela e faria campanha por ela. Mulher guerreira, decidida, não aceita a esculhambação que estão fazendo dentro do Avaí. O Conselho foi criado com o objetivo de representar e defender os interesses do clube, mas o que vemos ultimamente é um bando de nó cego que male male vai as reuniões se deichando levar pela maré.

4 avaianos comentaram:

FERNANDO LUIZ disse...

PARABÉNS, PERFEITO, APOIADO!!!

KK de Paula. Adoro o VANDREI, mas seria bem como falaste.

Fernando L. Pinheiro Guimarães

Bruno Carvalho - Resistência Avaiana disse...

Fernando,

Também conheço BEM o Vandrei e sei que ele não seria nem a minha última escolha para ocupar tal posição.

Os nomes citados no post não foram confirmados, porém, se se confirmarem, KK tem em mim um cabo eleitoral fiel.

É HORA DE MUDANÇAS!

Abs

Anônimo disse...

Na hora do naufragio, quem não deve abandonar o barco?
O capitão!
Então não estava na hora de jogar merda no ventilador. Se o espaço estava pequeno pro dois, deveria deixar baixar a poeira e pedir o boné. Enão se fazer de injustiçado e cair fora, querendo voltar como heroi, no final do ano, na queda, que está cada vez mais evidente.
abs
décio

Bruno Carvalho - Resistência Avaiana disse...

Décio,

Agora, analisando melhor a situação, eu consigo pintar um cenário:

Espíndola (que nunca foi santo) se cansou de ver as cagadas sendo feitas e aprovadas dentro do Avaí, tentou mudar alguma coisa, mas de certo não conseguiu.

Vendo que estava sendo escanteado, resolveu meter um "a lá Neguiho", fez beicinho e entregou o chapéu (coisa que Neguinho não teve peito pra fazer).

Ele meio que disse "não quero mais saber disso, a coisa tá feia, to lavando as minhas mãos".

A saída dele e dos demais é um recado direto ao nosso Presidente: Ou o senhor toma as rédeas desse time, ou vamos voltar pra Série B, ficar na A aos trancos e barrancos não dá.

Vou tirar a razão dele? Nem tem como né...

Faltou profissionalismo? Faltou né...

Abs

  ©Resistência Avaiana - Todos os direitos reservados.

Modificado por MTblogger | Template by Dicas Blogger | Topo